Diretoria do IAP reúne 14 ex-presidentes.

IMG_0415

A diretoria do Instituto dos Advogados do Paraná reuniu 14 de seus ex-presidentes para almoço no Restaurante Bologna no dia 25 de maio. Os ex-presidentes são membros natos da Diretoria. A gestão atual foi representada pelo presidente Hélio Gomes Coelho Júnior e os os diretores Tarcísio Kroetz e Luís Felipe Cunha.

O evento registrou momento histórico, graças às presenças de Egas Dirceu Moniz de Aragão, Eduardo Rocha Virmond, Joaquim Munhoz de Mello, Manoel Eugênio Marques Munhoz, Alfredo de Assis Gonçalves Neto, Paulo Henrique de Arruda Gonçalves, Reinaldo Costa Rocha Loures, Manoel Diniz Neto, George Bueno Gomm, Manoel José Lacerda Carneiro, José Lúcio Glomb, Rogéria Fagundes Dotti, Carlos Eduardo Manfredini Hapner e Eduardo Alberto Marques Virmond, que foram recepcionados pelo Presidente Hélio Gomes Coelho Júnior e os Diretores Tarcísio Kroetz e Luís Felipe Cunha.

Em seu discurso de saudação, Hélio Gomes Coelho afirmou que o almoço, além de congraçar, servia para a prestação de contas da atual Diretoria, que assumiu em 13 de fevereiro de 2017, quando lhes foi dito que, no dia 08.06, será reinaugurada a sede do IAP, agora revitalizada, contemporânea e interativa, como reclamam os tempos atuais, obra realizada em 40 exatos dias, sob os auspícios da OAB-PR, dirigida pelo battonier José Augusto Araujo de Noronha, e da CAA-PR, presidida por Artur Humberto Piancastelli.

Os ex-Presidentes receberam o convite para o Jantar dos Cem Anos, a ser realizado dia 09 de junho próximo, nos salões do Graciosa Country Club. Na solenidade, os convidados receberão o Livro “IAP 1917-2017″, que traz a história do Instituto dos Advogados do Paraná e registra a gestão de todos os seus dirigentes.

Por fim, os ex-presidentes receberam a notícia de que a atual gestão criou a medalha João Pamphilo Velloso d’Assumpção, cunhada em ouro e produzida por artesão curitibano. A honraria, por regulamento, será distribuída uma vez a cada gestão àquele que o Conselho, Diretoria e Departamentos do IAP entender merecê-la pelos feitos ao Instituto, à cultura e às instituições jurídicas e à advocacia paranaense.

Na noite do Jantar dos Cem Anos, cada ex-Presidente receberá a medalha das mãos de seus cônjuges, como gesto de gratidão s respectivas gestões, responsáveis por permitir ao IAP alcançar um século de existência em acordo aos princípios traçados por seu fundador, Pamphilo d’Assumpção, como uma instituição ética e científica.